Google+ Badge

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

CLORETO DE MAGNÉSIO P.A.


CLORETO DE MAGNÉSIO (P.A.)

PREVENTIVO NATURAL


Encontrado abundantemente na maioria das plantas verdes, a clorofila e o magnésio possuem um relacionamento químico direto : sem o Sol, não há clorofila, e não há magnésio orgânico. E o magnésio é encontrado em tal quantidade dentro do organismo, que não podemos viver muito tempo sem ele. Com insuficiência de magnésio uma longa lista de doenças pode se manifestar : na verdade, quando a quantidade de magnésio é muito pouca, a morte é inevitável.

http://www.cloretodemagnesio.com.br/


ALCOOLISMO DORES NA COLUNA
ANTI-COAGULANTE EVITA AS CÃIMBRAS
ANTI-ENVELHECIMENTO FALTA DE ATIVIDADE CEREBRAL
ANTI-ESTRESSANTE INDIGESTÃO
ARRITMIA CARDÍACA NERVO CIÁTICO
ARTÉRIAS DURAS OSTEOPOROSE
ARTRITE PEDRAS NA VESÍCULA
ARTROSE PEDRAS NOS RINS
BICO DE PAPAGAIO PRESSÃO ALTA
CALMANTE NATURAL PREVINE ATAQUES CARDÍACOS
CIRCULAÇÃO SANGUÍNEA PROBLEMAS NA PRÓSTATA
COMBATE A CALCIFICAÇÃO RIGIDEZ MUSCULAR
COMBATE OS RADICAIS LIVRES SURDEZ POR CALCIFICAÇÃO
DENTES MAIS SAUDÁVEIS TENSÃO PRÉ-MENSTRUAL
DORES MUSCULARES TREMORES


ÍNDICE


CLORETO DE MAGNÉSIO P.A - PREVENTIVO NATURAL

1. PADRE BENO J. SCHORR (Colégio Catarinense, Professor de Física, Química e Biologia)
1.1. ARTIGOS DO PADRE BENO (30.09.85).
1.2. CONTACTANDO O PADRE BENO.

2. CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. (P.A. = PARA ANÁLISE)
2.1. IMPORTÂNCIA DO P.A. NO CLORETO DE MAGNÉSIO.
2.2. ONDE COMPRAR O CLORETO DE MAGNÉSIO P.A.

3. TRATAMENTO
3.1. COMPONENTES PARA PREPARO DA SOLUÇÃO DO CLORETO DE MAGNÉSIO
3.2. PREPARO DO CLORETO DE MAGNÉSIO
3.3. CONSUMO DO CLORETO DE MAGNÉSIO

4. EXTRATOS DO LIVRO PARE DE ENVELHECER AGORA (Jean Carper - Editora Campus)
4.1. ESQUECIDA USINA DE FORÇA ANTIENVELHECIMENTO
4.2. COMO O MAGNÉSIO PODE COMBATER O ENVELHECIMENTO

5. EXTRATOS DO LIVRO GUIA DAS VITAMINAS (Earl Mindell - Editora Abril)
5.1. FATOS SOBRE O MAGNÉSIO
5.2. O QUE ÊLE PODE FAZER POR VOCÊ
5.3. DOENÇAS CAUSADAS PELA DEFICIÊNCIA DE MAGNÉSIO
5.4. MELHORES FONTES NATURAIS DE MAGNÉSIO
5.3. SUPLEMENTOS MINERAIS
5.6. RECOMENDAÇÃO PESSOAL
5.7. INIMIGOS DO MAGNÉSIO


Se você achar que este trabalho lhe ajudou, ou a alguém que você conhece, por favor, divulgue-o !


1. PADRE BENO J. SCHORR (Colégio Catarinense, Professor de Física, Química e Biologia)

1.1. ARTIGOS DO PADRE BENO (30.09.85).

CLORETO DE MAGNÉSIO : UM REMÉDIO INCRÍVEL PARA UM MAL INCURÁVEL E OUTROS MALES

Os desenganados de bico do papagaio, nervo ciático, coluna e calcificação, têm agora cura perfeita, indolor, fácil e barata. E ao mesmo tempo cura para todas as doenças causadas pela carência de magnésio no passado, até a artrose.

MINHA CURA :

Estando quase paralítico, 10 anos antes de começar a cura, tendo 61 anos, sentia pontadas agudas na região lombar - um bico de papagaio, incurável, segundo o médico. Mas, reparei ser reumatismo, que curei com KETACIL, esquecendo então o bico de papagaio, que já antes, dava um peso crescente na barriga da perna direita.

Havia 5 anos o peso virou dor, que, com todos os tratamentos, só aumentava. Depois de 2 anos, afinal, atinei com a causa, mal levantando-me da cama, sentia um formigar descer pela perna até os pés. Ao abaixar-me, o formigamento cessava, erguia-me, voltava. Repetia as duas posições. Só podia ser aquele desgraçado bico de papagaio, que apertava o nervo ciático na terceira vértebra quando em pé. Curvado lhe dava folga. Fiz então meus trabalhos o mais possível sentado. Havia anos que fazia tudo sentado, menos a missa. Um tormento ! Adiava a viagem à ilha de Marajó, onde devia completar a rede de rádio-telefonia de 48 estações em 6 estados.

Depois de meio ano, viajei, esperando melhorar naquele eterno verão. Mas piorou de vez. Rezava a missa sentado, acompanhado pelo povo. Orientava meus ajudantes a montar os mastros e esticar as antenas por cima dos telhados. Sem tardar, voltei a Florianópolis para ir a um especialista, com novas radiografias. Agora já era um bando de bico de papagaios, com seus bicos calcificados, duros, em grau avançado...

Nada é possível fazer. As dez aplicações de ondas curtas e distensões da coluna não detiveram a dor, a ponto de nem mais deitar para dormir. Ficava sentado até quase cair da cadeira de sono, quando atinei que podia dormir enrolado na cama como um gato. Deu certo, e só acordava ao endireitar-me. Faltava pouco, para nem enrolado ou sentado fugir da dor. E então ? Assim desenganado, apelei ao bom Deus. Está vendo a Tua criatura ? Não lhe custa dar um jeitinho ...

Providencialmente, ainda fui ao ENCONTRO DOS JESUÍTAS CIENTISTAS em Porto Alegre. e o Padre Juarez me disse ser fácil a cura, com CLORETO DE MAGNÉSIO e me mostrou escrito no livrinho do Padre Luig, jesuíta espanhol, que o descobriu ... e que sua mão estava até dura de tão calcificada, mas, com este sal, ficou móvel como um menino, como também outros parentes seus. E brincando disse: “Com este sal, só vai morrer dando um tiro na cabeça ou por outro acidente”.

Em Florianópolis, logo comecei a tomar uma dose diária cada manhã; três dias depois comecei a tomar uma dose de manhã e uma dose à noite. Mesmo assim continuava dormindo enrolado até o 20 o dia, quando acordei, estirado na cama, sem dor. Mas, caminhando era ainda aquela dor. Aos 30 dias, me levantei todo estranho : “Será que estou sonhando ?”. Nada mais me doía e dei até uma voltinha pela cidade sentindo contudo o peso de 10 anos antes. Aos 40 dias, caminhei o dia inteiro, com pequeno peso. Aos 3 meses sentia crescer a flexibilidade. Dez meses já se passaram e me dobro quase como uma cobra. O magnésio arranca o cálcio dos lugares indevidos e o fixa solidamente nos ossos. Ainda mais a pulsação, seguidamente abaixo de 40, já pensando em marca passo, normalizou. O sistema nervoso ficou notorialmente calmo, maior lucidez, sangue descalcificado e fluído. As frequentes pontadas do fígado sumiram. A próstata, a ser operada na primeira folga, já não me incomoda muito.

E outros efeitos, a ponto de várias pessoas me perguntarem : “O que está acontecendo contigo ? ... Mais jovem ?”. É isso mesmo, voltou-me a alegria de viver. Por isso, me vejo obrigado a repartir o “jeitinho” que o bom Deus me deu. Centenas se curaram em Santa Catarina, depois de anos de sofrimento de males da coluna, artrose, etc., e mandam também cópias a outros desenganados.

IMPORTÂNCIA DO CLORETO DE MAGNÉSIO :

O magnésio produz o equilibrio mineral, anima os órgãos em sua funções (catalizadoras), como os rins para eliminar o ácido úrico nas artroses, descalcifica até as finas membranas nas articulações e as escleroses calcificadas, para evitar enfartes, purificando o sangue; vitaliza o cérebro, devolve ou conserva a juventude até alta idade. O magnésio é de todos o menos dispensável, como o professor na aula. Depois dos 40 anos, o organismo absorve sempre menos magnésio, produzindo velhice e doenças. Por isso deve ser tomado conforme a idade. Atenção, para as pessoas da cidade, com alimentos de baixa qualidade (refinados e enlatados), um pouco mais; e para as pessoas do campo, um pouco menos. O magnésio não cria hábito mas ao deixá-lo, se perde a proteção. Não fugirá a todas as doenças, às dores e ao desgaste natural, mas estes serão bem mais atenuados ou eliminados. A maioria, contudo se deixará levar pelo comodismo até doer, em vez de gozar de uma saúde radiante.

O MAGNÉSIO NÃO É REMÉDIO, MAS ALIMENTO SEM CONTRA-INDICAÇÃO.

É compatível com qualquer medicamento simultâneo. O adulto precisaria obter dos alimentos o equivalente a 3 doses e, não o conseguindo, deveria complementá-los à parte, para não adoecer. Dificilmente passará do limite necessário, por isso as doses indicadas para os de 40 a 100 anos, são as mínimas. Tomando as doses para uma doença só, as demais ficarão curadas ao mesmo tempo, porque o sal põe em ordem todo o corpo.

NÃO CONFUNDIR, O MAGNÉSIO É ALIMENTO COMO O SAL COMUM :

O Magnésio não é remédio, é alimento como o sal comum e está presente em todos os alimentos naturais. Mas a INDÚSTRIA retira o magnésio e outros minerais e os vende para a saúde do gado. O restante “BAGAÇO BRANCO” reserva para o HOMEM, que vai perdendo as defesas naturais contra doenças. 50 % das mortes de câncer e enfarte vêm da falta do magnésio na comida branca (trigo, arroz, açúcar e sal seco). Por isso devemos completar os alimentos, devolvendo o magnésio roubado, para evitar doenças.


FORMAÇÕES ORGÂNICAS  ARTROSE, BICO DE PAPAGAIO, CALCIFICAÇÃO, COLUNA, NERVO CIÁTICO, SURDEZ POR CALCIFICAÇÃO, :

Bico de papagaio, nervo ciático, coluna, calcificação, surdez por calcificação : 1 dose de manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite. Quando curado, deve-se tomar o cloreto de magnésio como preventivo, isto é, conforme a idade. Artrose : o ácido úrico se deposita nas articulações do corpo, visivelmente nos dedos, que até incham. É porque os rins estão falhando, por falta de magnésio. Tenha cautela, pois um rim talvez já esteja deteriorando : 1 dose de manhã. Se em 20 dias não sentir melhoras e não reparar em anormalidade, tomar 1 dose pela manhã e 1 dose à noite. Depois de curado, continuar com as doses como preventivo.

PRÓSTATA :

Um ancião já não conseguia urinar. Na véspera da operação lhe deram 3 doses como preparação. Aí começou a melhora... e depois de uma semana estava curado, sem operação. Há casos em que a próstata regride, às vezes, ao normal : 2 doses de manhã, 2 doses à tarde e 2 doses à noite. Ao melhorar, tomar como preventivo.

ACHÁQUES DA VELHICE : ARTÉRIAS DURAS, CÃIMBRAS, FALTA DE ATIVIDADE CEREBRAL, RIGIDEZ MUSCULAR, TRÊMULO :

Rigidez muscular, cãimbras, trêmulo, artérias duras, falta de atividade cerebral : 1 dose de manhã, 1 dose à tarde e 1 dose à noite.

CÂNCER :

Nós todos o temos em grau moderado. Consiste em células mal formadas por falta de alguma substância (refinados) ou presença de partículas tóxicas. Estas células anárquicas não se harmonizam com as sadias (não servem para nada), mas são inofensivas até certa quantidade, que o magnésio combate facilmente, vitalizando as sadias. Infelizmente todo processo canceroso, lento, não causa nenhuma dor de alerta, até aparecer o tumor, que segrega tóxicos (vírus muito variados), que invadem as células sadias em ramificações (semelhante a um caranguejo, que quer dizer, câncer no latim). Aí o magnésio só pode freiar um pouco, curar não. Há, porém, leves indícios : se no parentesco já houve câncer, nódulos debaixo da pele do seio. Aí o magnésio é o melhor preventivo, para o câncer não progredir e formar tumor. Além dos alimentos cancerígenos que devemos evitar, o mais importante é guardar o equilíbrio mineral, tomando cloreto de magnésio com doses de prevenção. Basta o corpo estar devidamente mineralizado, para se ver livre de quase todas as doenças.

CÂNCER PREVENÇÃO:

Ao notar nódulos no seio ou frequente câncer em parentes, siga logo a RECEITA GERAL por toda a vida e nunca terá câncer, nem enfarte e quase nenhuma doença.

A SOLUÇÃO DO CLORETO DE MAGNÉSIO :

Dissolver, numa jarra, 33 gramas de cloreto de magnésio (um copinho plástico para cafézinho, bem cheio deste sal, e pouco comprimido), em 1 litro de água boa, filtrada (ou 100g em 3 litros d’água). A solução é estável em qualquer temperatura. Depois de bem misturado, colocar em vidros, não de plástico. A dose é de um copinho de café, conforme a idade e a necessidade. Não colocar em geladeira.

Cura a maioria das doenças já contraídas, como explicam bem os ARTIGOS MIRIM, fáceis de entender.

1. 2. PADRE BENO J. SCHORR (Colégio Catarinense, Professor de Física, Química e Biologia)

CONTACTANDO O PADRE BENO.

A notícia da minha cura e de outros desenganados correu como fogo o Brasil e 8 outros países. uma chuva de cartas vinha pedindo mais detalhes. Resumi então 5 livros em 1 folha, 3 artigos : O AMPLO em letra miúda para intelectuais, O POPULAR em letra pequena para exigentes e O MIRIM em letra normal, mais prático. Enfim este FOLHETO com o mais fácil. (Os ARTIGOS suprem !)

Para receber 1 ARTIGO ou LISTA mande carta com :

1 envelope selado e com seu endereço
1 selo solto para gastos Padre Beno - Caixa Postal 135 - Florianópolis - SC -CEP 88.001-000

2. CLORETO DE MAGNÉSIO P.A. (P.A. = PARA ANÁLISE)

2.1. IMPORTÂNCIA DO P.A. NO CLORETO DE MAGNÉSIO.


CLORETO
DE
MAGNÉSIO


SEM O P.A.

O Cloreto de Magnésio das Farmácias, sem o P.A., é para gado !!!

O Cloreto de Magnésio das Farmácias, sem o P.A., contém até 5 % de impurezas.

O Cloreto de Magnésio das Farmácias, sem o P.A., causa doenças no homem, inclusive o câncer. Já houve até inúmeros casos de loucura.

O Cloreto de Magnésio das Farmácias, sem o P.A., incrivelmente, é mais caro. Cada 33g custa em torno de R$ 8,00.


CLORETO
DE
MAGNÉSIO

COM O P.A.
O P.A., no Cloreto de Magnésio P.A., significa, Para Análise, que define 13 especificações de pureza alcançadas no Cloreto de Magnésio depois de depurado.

As marcas devem ser REAGEN, VETEC, CAAL ou ISOFAR.


Só o rótulo garantirá isto.





3. TRATAMENTO


3.1 COMPONENTES PARA PREPARO DA SOLUÇÃO DE CLORETO DE MAGNÉSIO


01 Cloreto de Magnésio P.A. pote com 500g

3. B. HERZOG – CENTRO

http://www.cloretodemagnesio.com.br/

Endereço Rua Miguel Couto, 131 - Centro
(Próximo à Marechal Floriano)


Horário Seg a Sex (9:00 às 18:00)
Sab (8:30 às 12:00)
Telefone 2 233-7060




1 vidro de 500 g  ................................ R$ 17,95


3.2 PREPARO DA SOLUÇÃO DE CLORETO DE MAGNÉSIO

componentes quantidade fazer
01 Jarra
1
01 Água mineral
1 litro despejar água mineral na jarra
02 Cloreto de Magnésio
33 g, = um copinho de plástico de cafèzinho, bem cheio dissolver cloreto de magnésio na água mineral na jarra
03 Vidro de 1 litro 1 colocar solução da jarra no litro.

tampar vidro e conservar a solução em temperatura ambiente (não colocar em geladeira).

a solução é estável em qualquer temperatura e cada dose poderá ser tomada com água ou suco de frutas.



3.3 CONSUMO DA SOLUÇÃO DE CLORETO DE MAGNÉSIO

Uma COLHER da solução, significa uma colher cheia, e pode ser colocada num copo e tomada com água ou suco.

Uma DOSE (= 50 ml, ou, um copinho de plástico, de cafèzinho, ou 2 dedos de um copo comum), pode ser tomada com água ou suco.

QUEM QUANDO QUANTIDADE OBSERVAÇÕES
NASCITURO a mãe é quem toma. vai pelo peso aproximado da do filho mais o da mãe O magnésio passa da mãe para o filho pelo leite.
MÃE 3 meses antes do parto



no aleitamento
1 colher da solução para cada 15 quilos de peso.

1 colher da solução para cada 10 quilos de peso de ambos.
E vai ter parto suave e nenem sadio !

para facilitar tomar a solução, colocar as colheres com a solução num copo com água ou suco e beber


RECEITA GERAL
durante 1 semana,

ou
se agir como laxante


após 1 semana e durante meio ano, até sentir-se bem recuperado

após meio ano, tomar doses conforme idade, para não recair. 1 dose de manhã, em jejum

1 dose de manhã, depois do café.

1 dose de manhã
1 dose à noite Comece devagar para sondar. Se tudo bem, vai em frente.

Ver antes as contra indicações !

Contra indicações : Inflamação grave dos rins, paratireóide (na garganta) e acidez do estômago. Os artigos informam mais.

Em alguns o magnésio age devagar por abuso de gorduras, açúcar, alcool, fumo e muitos remédios.

DE CRIANÇA ATÉ 40 ANOS quando doente ou crescendo muito


quando não está doente nem crescendo.
1 colher da solução para cada 10 quilos de peso

1 colher da solução para cada 20 quilos de peso
DOS 40 AOS 55 ANOS 1 dose por dia
Aos 40 anos o corpo é invadido pelo cálcio, que reprime o magnésio, que devemos ir aumentando, para controlar o cálcio, que também aumenta.
DOS 55 AOS 70 ANOS 1 dose de manhã
1 dose de noite
DOS 70 EM DIANTE 1 dose de manhã
1 dose à tarde
1 dose à noite


O QUE QUANDO QUANTIDADE OBSERVAÇÕES
ARTÉRIAS DURAS
CÃIMBRAS
INATIVIDADE CEREBRAL
RIGIDEZ MUSCULAR
TRÊMULO
1 dose de manhã
1 dose à tarde
1 dose à noite
Ao melhorar tomar como preventivo.
ARTROSE
BICO DE PAPAGAIO
CALCIFICAÇÃO
COLUNA
NERVO CIÁTICO
SURDEZ P/CALCIFICAÇÃO
primeiros 20 dias.

se em 20 dias não sentir melhoras e não reparar em anormalidades, passar para 1 dose de manhã

1 dose de manhã
1 dose à noite

Depois de curado, continuar as doses como preventivo.
CÂNCER
ENFARTE
ao notar nódulos ou frequente câncer em parentes seguir receita geral
PRÓSTATA 2 doses de manhã
2 doses à tarde
2 doses à noite Há casos em que a próstata regride, às vezes, ao normal. Ao melhorar tomar como preventivo.



MAGNÉSIO - EXTRATOS DO LIVRO PARE DE ENVELHECER AGORA ! (de Jean Carper - Editora Campus)


ESQUECIDA USINA DE FORÇA ANTIENVELHECIMENTO

POR QUE VOCÊ PRECISA DE MAGNÉSIO PARA PARAR DE ENVELHECER :

São grandes suas chances de não obter magnésio suficiente para proteger as células contra o envelhecimento prematuro. Portanto, seu coração tenderá a falhar muito mais cedo, você estará mais propenso a ter um ataque cardíaco, seus níveis de insulina tenderão a ficar problemáticos, seus ossos estarão mais propensos a fraturas e você estará mais inclinado a sofrer de hipertensão crônica.

Não corra o risco de envelhecer prematuramente e diminuir seu tempo de vida só por que não consome a quantidade suficiente de magnésio. Trata-se de um mineral que preserva a juventude, principalmente a do seu coração. Até mesmo pequenas carências de magnésio parecem fazer diferença em seu tempo de vida e na rapidez com que você envelhece. Em primeiro lugar, quando envelhecemos, nossa tendência é a de consumir dietas carentes em magnésio e, pior, absorver menos magnésio. Essa carência pode acelerar o processo de envelhecimento, como ilustram reveladores estudos de animais. Os animais com carência de magnésio envelhecem mais rapidamente e morrem mais cedo. Privar de magnésio animais jovens cria alterações vasculares e anormalidades neuromusculares típicas de animais mais velhos. A administração de suplementos de magnésio aos animais evita essas alterações, que levam ao envelhecimento prematuro. Na verdade, animais carentes de magnésio são espécimes praticamente perfeitos do envelhecimento acelefado, segundo pesquisadores franceses.

Se seus níveis de magnésio estiverem cronicamente abaixo do nível considerado ótimo, também pode esperar aparentar sinais de velhice mais cedo - principalmente obstrução arterial, arritimias cardíacas (batimentos cardíacos irregulares), ataques cardíacos, pressão alta e resistência à insulina, que possivelmente o levará ao diabetes.

OS FATOS ALARMANTES

• Apenas um dentre quatro norte-americanos consome a dose diária recomendada (RDA) de magnésio, embora a RDA seja, para começo de conversa, muito inferior ao necessário, de acordo com muitos especialistas.

• Dois terços das pessoas mais idosas, as que mais precisam de magnésio, consomem menos de 75 % das doses diárias recomendadas desse mineral.

• Você provavelmente não obterá quantidades suficientes de magnésio dos alimentos, a menos que coma pelo menos 2.000 calorias por dia.

COMO O MAGNÉSIO PODE COMBATER O ENVELHECIMENTO

CONTROLA OS RADICAIS LIVRES :

Pesquisas recentes, feitas por uma equipe de cientistas do Centro de Pesquisa sobre Nutrição Humana do Instituto Francês de Pesquisa Agrícola, sugerem que a principal causa do rápido envelhecimento decorrente da deficiência de magnésio é a exacerbada atividade dos radicais livres nas células. Eles descobriram que as células de animais com deficiência de magnésio são mais propensas aos danos provocados pelos radicias livres. As membranas dessas célulcas tornam-se rígidas, destruindo assim a integridade celular e rompendo o fluxo adequado de cálcio através das membranas. Esse “influxo descontrolado de cálcio”, segundo suspeitam os pesquisadores franceses, é um “acontecimento central no processo de envelhecimento e dano celular”.

Os animais carentes de magnésio também liberam maiores quantidades de citocinas, agentes altamente inflamatórios que, por sua vez, criam mais radicais livres e subseqüente dano celular. A deficiência de magnésio a longo prazo também priva o corpo de vitamina E, provavelmente em virtude da grande quantidade dessa vitamina usada na tentativa de impedir os ataques cada vez mais freqüentes dos radicais livres.

O pior de tudo é que, com a falta da quantidade adequada de magnésio, as mitocôndrias, fábricas de energia das células, de suma importância ao funcionamento cardíaco, tornam-se cada vez mais danificadas. Quando a mitocôndria é danificada, afeta-se o ponto crucial da vida celular, a capacidade de gerar energia. Na verdade, os especialistas em radicais livres consideram o dano à mitocôndria a principal causa subjacente do envelhecimento. Os pesquisadores franceses concordam que o mau funcionamento da mitocôndria gerado pelos radiciais livres é a causa primordial da decadência das funções orgânicas e, conseqüentemente, do envelhecimento prematuro, em animais com deficiência de magnésio.

SALVA CORAÇÕES

As pessoas que consomem baixas quantidades de magnésio estão mais propensas a ter doenças cardíacas, de acordo com “cerca de vinte estudos de populações do mundo inteiro”, diz o dr. Ronald J. Elin, autoridade em magnésio do National Institutes of Health, dos Estados Unidos. O magnésio parece proteger o coração de inúmeras maneiras, principalmente evitando espasmos das artérias coronárias e ritmos cardíacos anormais, a principal causa da morte súbita. Em um estudo realizado em uma unidade cardíaca hospitalar, 53 % dos pacientes tinham baixo nível de magnésio. Na verdade, a quantidade de magnésio em seu corpo pode ajudar a determinar se você vai viver ou morrer caso tenha um ataque cardíaco.

Além disso, o magnésio ajuda a deter a formação de coágulos que ajudam a obstruir as artérias e a gerar ataques cardíaco. Para ser mais preciso, estudos feitos pelo dr. Jerry L. Nadler, do City of Hope Medical Center em Duarte, Califórnia, mostram que o magnésio inibe a liberação de tromboxano, uma substância que aumenta a viscosidade das plaquetas do sangue, tornando-as mais propensa a formar coágulos. O mineral também tende a evitar a contração dos vasos sanguíneos, conseqüentemente evitando aumentos da pressão sanguínea, enfartes e ataques cardíacos. O magnésio tem sido tão eficaz na regularização dos batimentos cardíacos e pressão sanguínea que tem sido chamado de “bloqueador natural de canal de cálcio”, uma referência às drogas farmacêuticas bloqueadores de cálcio usadas com esse propósito.

DIMINUI A PRESSÃO SANGUÍNEA

Um importante estudo realizado em Harvard revelou que as pessoas que consomem pouco magnésio têm maior propensão a desenvolver pressão alta. Um recente estudo sueco demonstrou uma queda drástica na pressão sanguínea quando se toma suplementos de magnésio. Após nove semanas, a pressão sistólica baixou de 154 para 146 e a pressão diastólica de 100 a 92 em pacientes que tomavam cerca de 360 miligramas de magnésio por dia. Em outroestudo realizado por pesquisadores holandeses na Escola de Medicina da Erasmus University, em Roterdam, mulheres de meia-idade e idosas com leve ou mderada pressão alta tomaram suplementos de magnésio (485 miligramas por dia) durante seis meses. A pressão sistólica (número superior) caiu 2,7 mm/Hg e a pressão diastólica caiu 3,4 mm/Hg em comparação às mulheres que tomaram placebo.

EVITA E REVERTE O DIABETES

A cada dia, surgem novo indícios que relaciona o diabetes a uma deficiência de magnésio. Além disso, doses relativamente baixas de magnésio podem ajudar a evitar complicações diabéticas e interferir no curso da doença em si. Segundo a teoria, os diabéticos possuem um defeito peculiar no metabolismo do magnésio. Os estudos mostram que a maioria dos diabéticos tem muitas vezes baixos níveis de magnésio em suas células e no sangue. Isso é preocupante, pois a carência de magnésio pode estimular coagulação do sangue, constrição dos vasos sanguíneos, pressão alta, batimento cardíacos irregulares e resistência à insulina, de acordo com a o dr. Robert K. Rude, professor assistente de medicina da Universidade do Sul da Califórnia. Ele é a favor de uma suplementação de 300 a 400 miligramas diariamente, de preferência cloreto de magnésio, para corrigir as deficiências decorrentes do diabetes. Segundo ele, o diabetes, é caracterizado pela diminuição de magnésio.

PS. Mesmo que você não tenha diabetes ou doenças cardíacas, restringir a ingestão de magnésio pode deixá-lo mais vulnerável à resistência à insulina - um estado indesejado. Em um estudo de pessoas normais saudáveis, todas desenvolveram uma resistência à insulina 25 % maior ao seguirem uma diente deficiente de magnésio. Esse funcionamento anormal e lento da insulina pode acabar danificando as artérias e possívelmente gerar diabetes.

MANTEM OS OSSOS FORTES

Para manter a força dos ossos à medida que você envelhece, você precisa de magnésio, bem como de cálcio. Os dois funcionam sinergisticamente, junto com a vitamina D, para evitar a deterioração dos ossos. As mulheres com tendência à osteoporose geralmente têm carência de magnésio. Uma deficiência prolongada de magnésio por ajudar a deslanchar a osteoporose, de acordo com a dra. Mildred S. Seelig, professora adjunta de nutrição da Universidade da Carolina do Norte. Se você possui baixos níveis de magnésio, também estará propenso a ter baixos níveis de vitamina D ativa, necessária para metabolizar os ossos. Isso torna seus ossos duplamente vulneráveis a fraturas.

A proporção entre cálcio e magnésio também é importante. O excesso de cálcio e a carência de magnésio tornam seu sangue mais propenso à coagulação, possívelmente levando a infartos e ataques cardíacos. A quantidade de magnésio deve equivaler à metade da quantidade de cálcio, mas muitos norte-americanos mais idosos consomem, em magnésio, apenas o correspondente a 1/4 do consumo de cálcio, principalmente se estiverem tomando suplementos de cálcio. Portanto, se você consome 1.200 miligramas de cálcio, a dose geralmente recomendada, precisa de cerca de 600 miligramas de magnésio. Além disso, quanto mais açúcar e gordura consumir, maior sua necessidade de magnésio, diz a dra. Mildred Seelig.

PROLONGA A VIDA

Você estará mais propenso a sobreviver a um ataque cardíaco se não economizar no consumo de magnésio. Um recente estudo, conduzido durante dez anos, de 2.182 homens realizado no País de Gales revelou que aqueles que seguiam uma dieta carente de magnésio corriam um risco uma vez e meia maior de morte súbita por ataques cardíacos do que os que ingeriam 1/3 a mais de magnésio. Da mesma forma, os que consumiam grande quantidade de magnésio viram reduzida pela metade a chance de ter qualquer tipo de incidente cardiovascular, como ataques cardíacos não-fatais, infartos, angina (dor no peito) ou cirurgia cardíaca. A diferença média no consumo de magnésio, responsável pela proteção, foi de apenas mais 30 miligramas - a quantidade existente em 30 gramas de amêndoas.

E OS ALIMENTOS ?

Na verdade, podemos obter grande quantidade de magnésio ingerindo grãos integrais, nozes, sementes e legumes. Pode-se obter a atual dose diária recomendada (RDA) - 300 miligramas - comendo-se apenas uma porção de farelo e nozes por dia. Eis a quantidade de magnésio em 30 gramas de alimentos : polpa de abóbora, 152 miligramas; cereal composto de 100 % de farelo, 135 miligramas; amêndoas, 85 miligramas; avelãs, 85 miligramas; castanha de caju, 74 miligramas; pinhão, 66 miligramas; amendoim, 51 miligramas; nozes, 48 miligramas; aveia, 42 miligramas; noz pecã, 37 miligramas; tofu, 29 miligramas; soja, 25 miligramas; feijão-de-lima, 15 miligramas.

VOCÊ PRECISA DE UM SUPLEMENTO ?

É claro que precisa, se não quiser comer alimentos ricos em magnésio. O suplemento é necessário para retardar o envelhecimento prematuro.

QUANTO ?

Um suplemento separado de 200 a 300 miligramas parece uma dose adequada para combater o envelhecimento, de acordo com os especialistas. A dra. Seelig insiste que o consumo diário total de magnésio seja de aproximadamente 500 miligramas. Um comprimido multivitamínico e mineral comum contém cerca de 100 miligramas de magnésio ou cerca de 25 % da atual dose diária recomendada. Portanto, se optar por comsumir mais, precis de um comprimido de magnésio separado.


DE QUE TIPO ?

Cloreto de magnésio, aspartato de magnésio, gluconato puro podem causar diarréia. Uma dose diária de 500 miligramas de magnésio puro é considerada extremamente segura para o indivíduo mediano com funcionamento renal normal.

CUIDADO :

Não tome suplementos de magnésio se tiver problemas renais ou cardíacos sérios. E pare de tomar os suplementos se ficar com diárreia (Nem tanto, leia melhor sobre o que o padre Beno fala sobre isto no início deste trabalho !). Se já sofreu de um ataque cardíaco, consulte seu médico antes de tomar suplementos de magnésio.

MAGNÉSIO: A ARMA SECRETA DAS NOZES ?

Uma das surpresas reveladas em uma recente pesquisa é que as pessoas que comem nozes têm menos doeças cardíacas. Um estudo realizado na Universidade de Loma Linda, Califórnia, descobriu que as nozes são o principal alimento de pessoas mais imunes a doenças cardíacas. Os amantes das nozes (os que consomem pelo menos cinco vezes por semana) apresentaram cerca da metade do risco de ataque cardíaco e morte cardiovascular do que os que comiam nozes menos de uma vez por semana. Até mesmo beliscar algumas nozes uma vez por semana aparentemente reduziu as chances de doenças cardíacas em 1/4. As razões podem ser inúmeras, inclusive a presença de óleos bons monoinsaturados e óleos do tipo omega-3, na maioria das nozes.

Contudo, o dr. Ronald J. Elin, patologista clínico do National Institute of Health e especialista em magnésio, sugere que o agente anticardiopatias mais poderoso das nozes possa ser o magnésio. Na verdade, as nozes em geral - a saber, amêndoas, avelãs, castanha de caju, pinhão, amendoim, nozes e noz pecã - são uma das fontes mais ricas em magnésio.

Eduardo Anthônio
 Cel. 7285-5411

3 comentários:

Anônimo disse...

Onde posso comprar cloreto de magnéio pa?

Anônimo disse...

http://www.cloretodemagnesio.com.br/

Paulo Máximus disse...

cloreto de magnésio p.a pode ajudar a eliminar ou dissolver pedras na vesícula?