Google+ Badge

sábado, 30 de abril de 2011

PRABÉNSA PELO DIA NACIONAL DA MULHER - 30/04



Parabéns pelo dia Nacional da Mulher!!!


DIA NACIONAL DA MULHER - Foi no dia 30 de abril que nasceu a fundadora do Conselho Nacional das Mulheres, Sra. Jerônima Mesquita. Como homenagem a esta extraordinária mulher, grande filantropa, foi escolhido o dia de seu nascimento para se comemorar o Dia Nacional da Mulher através da Lei nº 6.791 – 09/06/1980.

Sexto capítulo do livro: Pensamento e Vida



          Para encontrar o bem e assimilar-lhe a luz, não basta adimitír-lhe a existência. É indispensável  buscá-lo com perseverança e fervor.
          Ninguém pode duvidar da eletricidade, mas para que a lâmpada nos ilumine o apo­sento recorremos a fios Condutores que lhe transportem a força, desde a aparelhagem da usina distante até o recesso de nossa casa.
        A fotografia é hoje fenômeno corriquei­ro; contudo, para que a imagem se fixe, na execução do retrato, é preciso que a emulsão gelatinosa sensibilize a placa que a recebe.
A voz humana, através da radiofonia, é transmitida de um continente a outro, com absoluta fidelidade; todavia, não prescinde do remoinho eletrônico que, devidamente disci­plinado, lhe transporta as ondulações.
Não podemos, desse modo, plasmar rea­lização alguma sem atitude positiva de con­fiança.
Entretanto, como exprimir a fé? — in­daga-se muitas vezes.
A fé não encontra definição no vocabu­lário vulgar.
É força que nasce com a própria alma, certeza instintiva na Sabedoria de Deus que é a sabedoria da própria vida. Palpita em todos os seres, vibra em todas as coisas. Mostra-se no cristal fraturado que se recom­põe, humilde, e revela-se na árvore decepada que se refaz, gradativamente, entregando-se às leis de renovação que abarcam a Na­tureza.
Todas as operações da existência se desenvolvem, de algum modo, sob a energia da fé.
Confia o campo no vigor da primavera e cobre-se de flores.
Fia-se o rio na realidade da fonte, e dela não prescinde para a sua caudal larga e profunda.
A simples refeição é, para o homem, es­pontâneo ato de fé. Alimentando-se, confia ele nas vísceras abdominais que não vê.
Todo o êxito da experiência social re­sulta da fé que a comunidade empenhe no respeito às determinações de ordem legal que lhe regem a vida.
Utilizando-nos conscientemente de seme­lhante energia, é-nos possível suprimir longas curvas em nosso caminho de evolução.
Para isso, seja qual for a nossa inter­pretação religiosa da idéia de Deus, é im­prescindível acentuar em nós a confiança no bem para refletir-lhe a grandeza.
Recordemos a lente e o Sol. O astro do dia distribui eqüitativamente os recursos de que dispõe. Convergindo-lhe porém, os raios com a lente comum, dele auferimos poder mais amplo.
O Bem Eterno é a mesma luz para todos, mas concentrando-lhe a força em nós, por intermédio de positiva segurança íntima, decerto com mais eficiência lhe retrataremos a glória.
Busquemo-lo, pois, infatigavelmente, sem nos determos no mal.
O tronco podado oferece frutos iguais àqueles que produzia antes do golpe que o mutilou.
A fonte alcança o rio, desfazendo no próprio seio a lama que lhe atiram.
Sustentemos o coração nas águas vivas do bem inexaurível.
Procuremos a boa parte das criaturas, das coisas e dos sucessos que nos cruzem a lide cotidiana. Teremos, assim, o espelho de nossa mente voltado para o bem, incorpo­rando-lhe os tesouros eternos, e a felicidade que nasce da fé, generosa e operante, liber­tar-nos-á dos grilhôes de todo o mal, de vez que o bem, constante e puro, terá encontrado em nós seguro refletor.
                                                                                                           Emmanuel



Eduardo Anthônio
Terepeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21- 7285-5411

Reiki, Deeksha, Massagem Ayuvedica,
Reflexologia Podal Tailandesa,
Cromoterapia, Radiestesia,
Acupuntura Auricular,
Florais de Bach,
EFT, TEP.

EDUCAÇÃO



Quinto capítlo do livro: Pensamento e Vida

Disse-nos o Cristo: “brilhe vossa luz ...“ (1)
          E ele mesmo, o Mestre Divino, é a nossa divina luz na evolução planetária.
          Admitia-se antigamente que a recomendação do Senhor fosse mero aviso de essên­cia mística, conclamando profitentes do Culto externo da escola religiosa a suposto relevo individual, depois da morte, na imaginária corte celeste.
Hoje, no entanto, reconhecemos que a lição de Jesus deve ser aplicada em todas as condições, todos os dias.
A própria ciência terrena atual reconhe­ce a presença da luz em toda parte.
O corpo humano, devidamente estudado, revelou-se, não mais como matéria coesa, senão espécie de veículo energético, estrutu­rado em partículas infinitesimais que se atraem e se repelem, reciprocamente, com o efeito de microscópicas explosões de luz.
A Química, a Física e a Astronomia de­monstram que o homem terrestre mora num reino entrecortado de raios.
Na intimidade desse glorioso império da energia, temos os raios mentais condicionan­do os elementos em que a vida se expressa.
O pensamento é força criativa, a exte­riorizar-se, da criatura que o gera, por inter­médio de ondas sutis, em circuitos de ação e reação no tempo, sendo tão mensurável como o fotônio que, arrojado pelo fulcro lu­minescente que o produz, percorre o espaço com Velocidade determinada, sustentando o hausto fulgurante da Criação.
A mente humana é um espelho de luz, emitindo raios e assimilando-os, repetimos.
Esse espelho, entretanto, jaz mais ou menos prisioneiro nas sombras espessas da ignorância, à maneira de pedra valiosa in­crustada no cascalho da furna ou nas anfractuosidades do precipício. Para que retrate a irradiação celeste e lance de si mesmo o pró­prio brilho, é indispensável se desentrance das trevas, à custa do esmeril do trabalho.
Reparamos, assim, a necessidade im­prescritível da educação para todos os seres.
Lembremo-nos de que o Eterno Benfei­tor, em sua lição verbal, fixou na forma imperativa a advertência a que nos refe­rimos:
“Brilhe vossa luz.”
Isso quer dizer que o potencial de luz do nosso espírito deve fulgir em sua gran­deza plena.
E semelhante feito somente poderá ser atingido pela educação que nos propicie o justo burilamento.
Mas a educação, com o cultivo da inte­ligência e com o aperfeiçoamento do campo íntimo, em exaltação de conhecimento e bon­dade, saber e virtude, não será conseguida tão-só à força de instrução, que se imponha de fora para dentro, mas sim com a cons­ciente adesão da vontade que, em se consagrando ao bem por si própria, sem constran­gimento de qualquer natureza, pode libertar e polir o coração, nele plasmando a face cristalina da alma, capaz de refletir a Vida Gloriosa e transformar, conseqüentemente, o cérebro em preciosa usina de energia superior, projetando reflexos de beleza e subli­mação.

(1) Mateus, 5:16 — Nota do autor espiritual.
                                                                     Emmanuel 


Eduardo Anthônio
Terepeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21- 7285-5411

Reiki, Deeksha, Massagem Ayuvedica,
Reflexologia Podal Tailandesa,
Cromoterapia, Radiestesia,
Acupuntura Auricular,
Florais de Bach,
EFT, TEP.

INSTRUÇÃO


Quarto capítulo do livro: Pensamento e Vida


Já se disse que duas asas conduzirão o espírito humano à presença de Deus.
         Uma chama-se Amor, a outra, Sabe­doria.
         Pelo amor, que, acima de tudo, é ser­viço aos semelhantes, a criatura se ilumina e aformoseia por dentro, emitindo, em favor dos outros, o reflexo de suas próprias virtu­des; e, pela sabedoria, que começa na aqui­sição do conhecimento, recolhe a influência dos vanguardeiros do progresso, que lhe co­municam os reflexos da própria grandeza, impelindo-a para o Alto.
Através do amor valorizamo-nos para a vida.
Através da sabedoria somos pela vida valorizados.
Daí o imperativo de marcharem juntas a inteligência e a bondade.
Bondade que ignora é assim como o poço amigo em plena sombra, a dessedentar o viajor sem ensinar-lhe o caminho.
Inteligência que não ama pode ser com­parada a valioso poste de aviso, que traça ao peregrino informes de rumo certo, dei­xando-o sucumbir ao tormento da sede.
Todos temos necessidade de instrução e de amor.
Estudar e servir são rotas inevitáveis na obra de elevação.
Toda a cultura intelectual é formada em cadeia de gradativa expansão.
As civilizações sucedem-se, ininterrup­tas, ao influxo da herança mental.
A arte, na palavra ou na música, no buril ou no pincel, evolui e se aprimora, por
intermédio da repercussão a exprimir-se no trabalho dos cultivadores do belo, que se inspiram uns nos outros.
A escola é um centro de indução espiri­tual, onde os mestres de hoje continuam a tarefa dos instrutores de ontem.
O livro representa vigoroso ímã de força atrativa, plasmando as emoções e concep­ções de que nascem os grandes movimentos da Humanidade, em todos os setores da reli­gião e da ciência, da opinião e da técnica, do pensamento e do trabalho. Por esse dína­mo de energia criadora, encontramos os mais adiantados serviços de telementação, porqüanto, a imensas distâncias, no espaço e no tempo, incorporamos as idéias dos espí­ritos superiores que passaram por nós, há Séculos.
Sócrates reflete-se nas páginas dos dis­cípulos que lhe comungavam a intimidade, e, ainda hoje, consumimos os elevados pen­samentos de que foi ele o portador.
Retrata-se Jesus nos livros dos apósto­los que lhe dilataram a obra, e temos no  Evangelho um espelho cristalino em que o Mestre se reproduz, por divina reflexão, orientando a conduta humana para a cons­trução do Reino de Deus entre as criaturas.
Conhecer é patrocinar a libertação de nós mesmos, colocando-nos a caminho de novos horizontes na vida.
Corre-nos, pois, o dever de estudar sem­pre, escolhendo o melhor para que as nossas idéias e exemplos reflitam as idéias e os exemplos dos paladinos da luz.
                                                                               Emannuel
Eduardo Anthônio
Terepeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21- 7285-5411

Reiki, Deeksha, Massagem Ayuvedica,
Reflexologia Podal Tailandesa,
Cromoterapia, Radiestesia,
Acupuntura Auricular,
Florais de Bach,
EFT, TEP.

COOPERAÇÃO


Terceiro capítulo do livro: Pensamento e Vida

Para que alguém dirija com êxito e eficiência uma empresa importante, não lhe basta a nomeação para o encargo.
       Exige-se-lhe um conjunto de qualidades superiores para que a obra se consolide e prospere. Não apenas autoridade, mas dire­ção com discernimento. Não só teoria e cultu­ra, mas virtude e juízo claro de proporções.
       Dilatados recursos nas mãos, a serviço de uma cabeça sem rumo, constituem tesou­ros nos braços da insensatez, assim como a riqueza sem orientação é navio à matroca.
       Quem governa emitirá forças de justiça e bondade, trabalho e disciplina, para atin­gir os objetivos da tarefa em que foi situado.
       Quando o poder é intemperante, sofre o povo a intranqüilidade e a mazorca, e, quando a inteligência não possui o timão do caráter sadio, espalha, em torno, a miséria e a crueldade.
Daí, conhecermos tantos tiranos nimba­dos de grandeza mental e tantos gênios de re­quintada sensibilidade, mas atolados no vício.
No mundo íntimo, a vontade é o capitão que não pode relaxar no mister que lhe édevido.
E assim como o administrador de um serviço reclama a ajuda de assessores cor­retos, a vontade não prescindirá da ponde­ração e da lógica, conselheiros respeitáveis na chefia das decisões.
No entanto, urge que o senso de coope­ração seja chamado a sustentar-lhe os im­pulsos.
Nas linhas da atividade terrestre, quem orienta com segurança não ignora a hierar­ quia natural que vige na coexistência de todos os valores indispensáveis à vida.
Na confecção do agasalho comum, o fio contará com o apoio da máquina, a máqui­na esperará pela competência do operário, o operário edificar-se-á no técnico que lhe supervisiona o trabalho, o técnico arrimar­-se-á na diretoria da fábrica e a diretoria da fábrica equilibrar-se-á no movimento da in­dústria, dele extraindo o combustível econô­mico necessário à alimentação do núcleo de serviço que lhe obedece aos ditames.
Observamos, assim, que no Estado In­dividual a vontade, para satisfazer à gover­nança que lhe compete, sem colapsos de equilíbrio, precisa socorrer-se da colabora­ção a fim de que se lhe clareie a atividade.

A cooperação espontânea é o supremo ingrediente da ordem.
Da Glória Divina às balizas subatômicas, o Universo pode ser definido como sendo uma cadeia de vidas que se entrosam na Grande Vida.
Cooperação significa obediência constru­tiva aos impositivos da frente e socorro im­plícito às privações da retaguarda.
        Quem ajuda é ajudado, encontrando, em silêncio, a mais segura fórmula de ajuste aos processos da evolução.
Emmanuel

Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21 - 7285-5411

Reiki, Deeksha, Massagem Ayurvédica,
Reflexologia Podal Tailandesa,
Florais de Bach,
Cromoterapia,
Radiestesia

sexta-feira, 29 de abril de 2011

VONTADE

Segundo capítulo do livro: Pensamento e Vida 
Comparemos a mente humana — espe­lho vivo da consciência lúcida — a um grande escritório, subdividido em diversas seções de serviço.
Aí possuímos o Departamento do Dese­jo, em que operam os propósitos e as aspi­rações, acalentando o estimulo ao trabalho; o Departamento da Inteligência, dilatando os patrimônios da evolução e da cultura; o Departamento da Imaginação, amealhando as riquezas do ideal e da sensibilidade; o Departamento da Memória, arquivando as súmulas da experiência, e outros, ainda, que definem os investimentos da alma.
Acima de todos eles, porém, surge o Gabinete da Vontade.
A Vontade é a gerência esclarecida e vi­gilante, governando todos os setores da ação mental.
A Divina Providência concedeu-a por auréola luminosa à razão, depois da labo­riosa e multimilenária viagem do ser pelas províncias obscuras do instinto.
Para considerar-lhe a importância, bas­ta lembrar que ela é o leme de todos os tipos de força incorporados ao nosso conheci­mento.
A eletricidade é energia dinâmica.
O magnetismo é energia estática.
O pensamento é força eletromagnética.
Pensamento, eletricidade e magnetismo conjugam-se em todas as manifestações da Vida Universal, criando gravitação e afinida­de, assimilação e desassimilação, nos cam­pos múltiplos da forma que servem à romagem do espírito para as Metas Supremas, traçadas pelo Plano Divino.
A Vontade, contudo, é o impacto deter­minante.
Nela dispomos do botão poderoso que decide o movimento ou a inércia da máquina.
O cérebro é o dínamo que produz a ener­gia mental, segundo a capacidade de refle­xão que lhe é própria; no entanto, na Von­tade temos o controle que a dirige nesse ou naquele rumo, estabelecendo causas que co­mandam os problemas do destino.
Sem ela, o Desejo pode comprar ao eng­ano aflitivos séculos de reparação e sofri­mento, a Inteligência pode aprisionar-se na enxovia da criminalidade, a Imaginação pode gerar perigosos monstros na sombra, e a memória, não obstante fiel à sua função de registradora, conforme a destinação que a Natureza lhe assinala, pode cair em deplo­rável relaxamento.
Só a Vontade é suficientemente forte para sustentar a harmonia do espírito.
Em verdade, ela não consegue impedir a reflexão mental, quando se trate da cone­xão entre os semelhantes, porque a sintonia constitui lei inderrogável, mas pode impor o jugo da disciplina sobre os elementos que administra, de modo a mantê-los coesos na corrente do bem.
 
EMMANUEL

Pedro Leopoldo, 11 de fevereiro de 1958.

Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
E-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21 - 7285-5411
Reiki, Deeksha, Massagem Ayurvédica,
Reflexologia Podal Tailandesa,
Florais de Bach, Cromoterapia,
Radiestesia
  

quinta-feira, 28 de abril de 2011

O Espelho da Vida

Primeiro capítulo do livro: Pensamento e Vida

O Espelho da Vida

A mente é o espelho da vida em toda parte.
Ergue-se na Terra para Deus, sob a égide do Cristo, à feição do diamante bruto, que, arrancado ao ventre obscuro do solo, avança, com a orientação do lapidário, para a magnificência da luz.
Nos seres primitivos, aparece sob a ganga do instinto, nas almas humanas surge entre as ilusões que salteiam a inteligência, e revela-se nos Espíritos Aperfeiçoados por brilhante precioso a retratar a Glória Divina.
Estudando-a de nossa posição espiri­tual, confinados que nos achamos entre a animalidade e a angelitude, somos ímpelidos a interpretá-la como sendo o campo de nossa consciência desperta, na faixa evolutiva em que o conhecimento adquirido nos permite operar.
Definindo-a por espelho da vida, reco­nhecemos que o coração lhe é a face e que o cérebro é o centro de suas ondulações, gerando a força do pensamento que tudo move, criando e transformando, destruindo e refazendo para acrísolar e sublimar.
Em todos os domínios do Universo vibra, pois, a influência recíproca.
Tudo se desloca e renova sob os prin­cípios de interdependência e repercussão.
O reflexo esboça a emotividade.
A emotividade plasma a idéia.
A idéia determina a atitude e a palavra que comandam as ações.
Em semelhantes manifestações alon­gam-se os fios geradores das causas de que nascem as circunstâncias, válvulas oblitera­tivas ou alavancas libertadoras da existência.
Ninguém pode ultrapassar de improviso os recursos da própria mente, muito além do círculo de trabalho em que estagia; contudo, assinalamos, todos nós, os reflexos uns dos outros, dentro da nossa relativa capacidade de assimilação.
Ninguém permanece fora do movimento de permuta incessante.
Respiramos no mundo das imagens que projetamos e recebemos. Por elas, estaciona­mos sob a fascinação dos elementos que provisoriamente nos escravizam e, através delas, incorporamos o influxo renovador dos poderes que nos induzem à purificação e ao progresso.
O reflexo mental mora no alicerce da vida.
Refletem-se as criaturas, reciprocamente, na Criação que reflete os objetivos do Criador.




EMMANUEL

Pedro Leopoldo, 11 de fevereiro de 1958.


Terepeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21 - 7285-5411
Reiki,  Deeksha,  Massagem Ayurvédica, 
Reflexologia Podal Tailandesa, 
Florais de Saint Germain,
Florais da Amazônia,
Floarais de Bach,
Radiestesia,
Cromoterpaia,
Acupuntura Auricular



Livro Pensamento e Vida


Perguntou-nos coração amigo se não possuíamos algum livro no Plano Espiritual, suscetível de ser adaptado às necessidades da Terra.
Algumas páginas que falassem, ao es­pírito, dos problemas do espírito... Algo leve e rápido que condensasse os princípios superiores que nos orientam a rota ...
E lembramo-nos, por isso, de singela cartilha falada de que dispomos em nossas tarefas, junto aos companheiros em trânsi­to para o berço, utilizada em nossas escolas de regeneração, entre a morte e o renasci­mento.
Anotações humildes que repontam do cérebro como flores que rebentam do solo, sem pertencerem, no fundo, ao jardim que as recolhe, por nascerem da Bondade de Deus que conjuga o Sol e a gleba, a fonte e o ar, o adubo e o vento, para nelas instilar a cor e a forma, a beleza e o perfume...
Eis aqui, portanto, adaptada quanto possível ao campo do esforço humano, a nossa cartilha simples.
“Pensamento e Vida”, chamamos-lhe no Mundo Espiritual e, sob a mesma designa­ção, oferecemo-la aos nossos irmãos de luta, temporariamente internados na esfera física, para informá-los, ainda uma vez, de que o nosso pensamento cria a vida que procura­mos, através do reflexo de nós mesmos, até que nos identifiquemos, um dia, no curso dos milênios, com a Sabedoria Infinita e com o Infinito Amor, que constituem o Pensa­mento e a Vida de Nosso Pai.

EMMANUEL

Pedro Leopoldo, 11 de fevereiro de 1958.



Eduardo Anthônio
Terepeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
21 - 7285-5411

Reiki,  Deeksha,  Massagem Ayurvédica, 
Reflexologia Podal Tailandesa, 
Florais de Saint Germain,
Florais da Amazônia,
Floarais de Bach,
Radiestesia,
Cromoterpaia,
Acupuntura Auricular

terça-feira, 26 de abril de 2011

A Busca do Equilíbrio



VIAGEM ESPIRITUAL XAMÂNICA

Aprendendo a lição do relâmpago:

Observe o relâmpago rasgando o véu da escuridão. Faça o mesmo!

Rasgue a treva de seus medos. Projete raios intensos sobre a sua própria escuridão e afaste os medos e dúvidas de sua mente e de seu coração.

O ensinamento do relâmpago é sobre o PODER DA LUZ.
O seu símbolo é o OLHO ABERTO.

O seu presente é a visão espiritual.
Aprenda a olhar.
A morada do relâmpago é no centro da cabeça.


- Aprendendo a lição do trovão:


Escute o som do trovão ribombando na atmosfera. Sua manifestação sonora é poderosa. Sinta esse poder no centro de seu umbigo.

Escute o trovão com toda sua alma!
O ensinamento do trovão é sobre o PODER DO SOM.
A natureza invisível fala. Aprenda a ouvir.
A morada do trovão é na barriga.


- Aprendendo a lição da chuva:

A missão da chuva é limpar a atmosfera e molhar a terra.
A sua lição é simples: fluidez

O  ressecamento endurece a terra e dificulta a vida dos vegetais. A chuva fluidifica o solo e equilibra as condições para o reino vegetal desenvolver-se plenamente.

Medite na renovação propiciada na natureza pela chuva. Renove-se também!

Nada de rigidez, fluidifique as suas emoções. Esqueça as tristezas, limpe as mágoas e desenvolva-se plenamente.
A morada da chuva é o baixo ventre.


- Aprendendo a lição do vento:


O vento sopra por onde quer. A sua natureza é a liberdade de acessar os espaços livres.

Pense que o seu espírito é livre como o vento. Medite nisso quando deitar para o descanso diário.
Seja uma flauta espiritual. Quando o sopro sutil viajar pelo seu interior, toque a música. Voe com ela!

O ensinamento do vento é sobre O PODER DO MOVIMENTO.

A morada do vento é na garganta.


- Aprendendo a lição da terra:


A terra é alimentação, sustentação e firmeza. Ela é a mãe do seu corpo de carne e dona de seus ossos. Por isso, agradeça a ela por estar sustentando a sua viagem carnal.
Ela entra pelos seus pés!
E acaricia o seu corpo com o calor vital planetário.
Medite nisso.

O seu ensinamento é sobre o VALOR DA VIDA.
A morada da terra é na base da coluna.


- Aprendendo a lição xamânica:


Escute a mensagem do povo invisível: Primeiro, cure a si mesmo, de dentro para fora. Depois, expanda a sua luz e compartilhe a sua felicidade com todos os seres da natureza.
O xamã é guiado pelo povo invisível. Suas canções são as mesmas deles. Por isso eles permitem as suas viagens xamânicas pelos reinos invisíveis.

O ensinamento xamânico é sobre o respeito a natureza e a REVERÊNCIA AO PAI PRIMEIRO.
A morada do Pai Primeiro é em todo lugar!
Medite nisso.


- Aprendendo a lição principal:


Medite na Luz do Pai Primeiro, o seu primeiro Amor.
O Grande Espírito é todo Amor.
Você e tudo o que existe são a expressão desse Amor.
A morada do Amor é o coração espiritual.
Desse centro ele irradia para todo o corpo e espalha a vitalidade.

Medite nisso.


Sinta o Amor e perdoe a todos aqueles que não o compreendem.
Medite no perdão.
Pense no raio que ilumina as suas trevas, no trovão que chama, na chuva que limpa as suas mágoas, no vento que convida ao vôo do espírito, na terra que o convida para a vida e no Amor que é a essência divina em tudo.


Compreenda: O paraíso é dentro de você mesmo. Sinta-se feliz de saber isso.

Perdoe a si mesmo e aos outros. Descarregue o peso das mágoas. Renove-se!
Sente-se embaixo de uma árvore frondosa e respire a seiva vital. Permita-se a uma união com ela. Deixe-a curar as suas feridas internas. Agradeça ao povo invisível das árvores, torne-se amigo deles. Abrace a árvore e agradeça.

Torne-se amigo do sol e da lua, do céu e da terra, dance com a vida e alegre-se com ela.

Jamais esqueça de que o povo invisível acompanha a todos os seus passos. Agradeça a eles pela proteção sutil e pela paciência de trabalharem sem nenhuma busca de reconhecimento ou recompensa do mundo dos homens.

Agradeça ao Pai Primeiro e à Mãe-Natureza.

O ensinamento principal é esse: ame, agradeça, cure a si mesmo e aos outros, perdoe e alegre-se. Viva contente de saber essas verdades do espírito.
Pratique-as!
O Grande Espírito está em seu sorriso.
Medite nisso e viaje feliz.


Paz e Luz.
 Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
21 - 7285-5411
Skype: eduardo.terapeuta

sexta-feira, 22 de abril de 2011

O Poder do Amor





1 Coríntios 13: 1- 8, 13

1 - Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
2 - E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
3 - E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
4 - O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
5 -Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
6 -Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
7 - Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
8 - O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá;
13 - Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.






Se somos possessivos é porque temos excesso de amor...
Se somos ciumentos é porque temos excesso de amor...
Se mantemos atitudes de raiva e ódio e porque nos falta o amor...
Na verdade todas as nossas ações estão pautadas no amor.
Quando o amor esta em falta ou em excesso há o desequilíbrio...
 
 
GENTILEZA:

G ratidão
E ducação
N obreza
T olerância
I nteligência
L iberdade
E quilíbrio
Z elo
A mor
É por isso que o AMOR é a base de todas as coisas...





Eduardo Anhônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
21 - 7285-5411
Skype: eduardo.terapeuta
Reiki 
Deeksha
Massagem Ayurvédica
Florais de Bach
Reflexologia Podal Tailandesa
A Caridade Nunca Falha...
ENTRE NESSA ONDA...

A vida tem a cor que “a gente pinta".
O engraçado é que os dias são todos exclusivos. Cada dia é um novo dia, ninguém o viveu. Ele está ali, esperando que eu e você façamos com que ele seja o melhor da nossa vida.

-- Desconhecido

Frases, poemas e mensagens no
http://pensador.uol.com.br


quarta-feira, 20 de abril de 2011

TIMO A GLÂNDULA DA FELICIDADE


No meio do peito, bem atrás do osso onde a gente toca quando diz "eu", fica uma pequena glândula chamada timo. Seu nome em grego, thymos, significa energia vital. Precisa dizer mais? 

Precisa, porque o Timo continua sendo um ilustre desconhecido. Ele cresce quando estamos contentes, encolhe pela metade quando estressamos e mais ainda quando adoecemos.
Essa característica iludiu durante muito tempo a medicina, que só o conhecia Através de Autopsias e sempre o encontrava encolhidinho. Supunha-se que atrofiava e parava de trabalhar na adolescência, tanto que durante décadas os médicos americanos bombardeavam Timos adultos perfeitamente saudáveis com megadoses de raios X achando que seu "tamanho anormal" poderia causar problemas.
Mais tarde a ciência Demonstrou que, mesmo encolhendo após a infância, continua totalmente ativo,  junto com as glândulas adrenais e a espinha dorsal, e está Diretamente ligado aos sentidos, à consciência e à linguagem.
Ao sermos invadidos por micróbios ou toxinas, reage produzindo células de defesa na mesma hora.
Mas também é muito sensível a imagens, cores, luzes, cheiros, sabores, gestos, toques, sons, palavras e pensamentos. Amor e ódio o afetam profundamente.
Idéias negativas têm mais poder sobre ele do que bactérias ou vírus. Já que não existem em forma concreta, o timo fica tentando reagir, enfraquece e, abre brechas para sintomas de baixa imunidade, como herpes.
Em compensação, idéias positivas conseguem dele uma ativação geral em todos os poderes, lembrando que uma fé remove montanhas. 
   
Um teste simples pode demonstrar essa conexão. Feche os dedos polegar e indicador Na posição de ok, aperte com força e peça para alguém tentar Abrí-los enquanto você pensa "estou feliz". Depois repita pensando "estou infeliz". 

A maioria das pessoas conserva a força nos dedos com a idéia feliz e Enfraquece quando pensa infeliz. Substitua os pensamentos por uma bela sopa de legumes ou um lindo sorvete de chocolate para ver o que acontece ...
Esse mesmo teste serve para lidar com situações bem mais complexas. Por exemplo, quando o médico precisa de um diagnóstico diferencial, seu paciente tem sintomas no fígado que tanto podem significar câncer quanto abcessos causados por amebas. Usando lâminas com amostras, ou mesmo representações gráficas de uma e outra hipótese, testa a força muscular do paciente quando em contato com elas e chega ao resultado.
As reações são consideradas respostas do timo e o método, que tem Sido demonstrado em congressos científicos ao redor do mundo, já é ensinado na Universidade de São Paulo (USP) a médicos acupunturistas.
O detalhe curioso é que o timo fica encostadinho no coração, Que acaba ganhando todos os créditos em relação aos sentimentos, emoções, decisões, jeito de falar, jeito de escutar, estado de espírito ... "Fiquei de coração apertadinho", por exemplo, revela uma situação real do Timo, que só por Reflexo envolve o coração. 

O próprio chakra cardíaco, fonte energética de união e compaixão, tem mais a ver com o Timo do que com o coração - e é nesse chakra que, segundo os ensinamentos budistas, se dá a passagem do estágio animal para o estágio humano. 

"Lindo!", Você pode estar pensando, "mas e daí?".
Daí que, se você quiser, pode exercitar o Timo para aumentar sua produção de bem estar e felicidade. Como? Pela manhã, ao levantar, ou à noite, antes de dormir.
a) Fique de pé, os joelhos levemente dobrados. A distância entre os pés deve ser a mesma dos ombros. Ponha o peso do corpo sobre os dedos e não sobre o calcanhar, e mantenha toda uma musculatura bem relaxada.
b) Feche qualquer uma das mãos e comece a dar pancadinhas contínuas com os nós dos dedos no Centro do peito, marcando o ritmo: uma pancadinha forte e duas fracas.
Continue por três a cinco minutos, respirando calmamente, enquanto observa a vibração produzida em toda uma região torácica. O exercício estará atraindo sangue e energia para o Timo, fazendo-o crescer em vitalidade e beneficiando também pulmões, brônquios, coração, rins, baço e garganta. Ou seja, enchendo o peito de algo que já era seu e só estava esperando um olhar de reconhecimento para se transformar em coragem, calma, nutrição emocional. Bendito TIMO!

 
Sonia Hirsch é jornalista e escritora sobre alimentação natural e qualidade de vida.

Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
21 - 7285-5411
Skype: eduardo.terapeuta
Massagem Ayuvédica
Reflexologia Podal Tailandesa
Radiestesia
Cromoterapia
Florais da Amazônia
Florais de Saint Germain
Florais de Bach
Acupuntura Auricular Radiônica
Deeksha
Reiki