Google+ Badge

sábado, 22 de março de 2014

Rotina Saudável Ayurvédica



1. Acorde com o nascer do sol, de preferência sem o despertador. Esse hábito ajudará a sincronizar os ritmos biológicos com os ciclos da natureza.
2. Faça exercícios físicos pela manhã. Segundo o ayurveda, a atividade nesse horário ajuda a despertar e também a eliminar o excesso de umidade do corpo, tornando-o mais alerta e leve.

3. Programe-se para ter o tempo necessário para realizar suas atividades diárias sem afobação e sem criar o sentimento de pressa.

4. Adote uma dieta com alimentos frescos, orgânicos, da estação e integrais. Consuma diariamente cereais integrais, frutas frescas, óleos de boa qualidade (azeite de oliva, gergelim e ghee), sementes e frutas.

5. Alimente-se sempre em horários regulares, para o corpo se acostumar a eles - porém coma apenas se estiver com fome.

6. Evite alimentos processados e industrializados, estimulantes em excesso (como café), açúcar refinado, farinha branca, carnes vermelhas, queijos amarelos, sal, álcool, tabaco e frituras.

7. Fique mais tempo com seus amigos, amores e familiares. Não se esqueça de dedicar a eles um pouquinho da sua atenção todo dia.

8. Antes das refeições, tome um chá de gengibre, canela e erva-doce. Esse chá estimula o apetite e favorece bastante a digestão. Depois de comer, caminhe por uns 15 minutos e descanse um pouco - mas sem dormir.

Eduardo Antônio

Deva Bodhi \

Terapeuta Holístico


Skype: eduardo.terapeuta

Celular: 21- 97285-5411

Reiki   Deeksha  Cromoterapia

Reflexologia Podal Tailandesa

Massagem Ayurvédica

Acupuntura Auricular

Florais de Bach

Radiestesia

Não Deixeis Palavras Duras


Lembrei-me de um hino, muito cantado pelos membros de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (Mórmons). É o de número 138 no hinário: Não Deixeis Palavras Duras



Não deixeis palavras duras
Vossos lábios pronunciar,
Porque Deus, lá nas alturas,
Pode por certo as escutar!


“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!


O amor é sempre puro,
A amizade é sempre um bem,
Mas lembrai que um gesto duro
Pode matar o amor também.


“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!


Frases ásperas ou frias,
Gestos cheios de rancor.
Matam nossas alegrias,
Nossa amizade e amor.


“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças escutai ao bom Senhor!
“Ao vosso irmão amai”
Ordena o Salvador,
Crianças ao Senhor ouvi!


Texto: H. R. Palmer, 1834–1907
Música: H. R. Palmer, 1834–1907
Eduardo Antônio

Deva Bodhi \

Terapeuta Holístico


Skype: eduardo.terapeuta

Celular: 21- 97285-5411

Reiki   Deeksha  Cromoterapia

Reflexologia Podal Tailandesa

Massagem Ayurvédica

Acupuntura Auricular

Florais de Bach

Radiestesia

Melindre

Melindre,  significa: facilidade em se ofender , segundo o  dicionário Larousse da Língua Portuguesa.


A doença psicológica  básica em um planeta como a Terra é a escassez de estima pessoal – resultado de milênios no egoísmo.  Quem tem baixa autoestima, idealiza as relações, as metas em uma vida imaginária e distante do que e real.  E quem a tem em excesso se torna muito melindroso, perfeccionista e intolerante.  Não lidando bem com seu mundo interior, essa pessoa, consequentemente, projeta isso em seus relacionamentos. 


As condutas mais exploradas para gerar conflitos na convivência são: maledicência, culpa, mágoa, rigidez, preconceito, irritação, julgamento, entre outras.  Uma pessoa melindrosa, assim, é aquela que se ofende e se magoa com facilidade.  Aborrece-se com tudo e com todos, sem que haja grandes motivos para isto.  Guarda ressentimento por longo tempo, pois enxerga maldade em todas as atitudes que contrariam seu modo de pensar ou agir.  É incapaz de compreender, aceitar e perdoar as faltas dos seus semelhantes.  Uma pessoa melindrosa não busca esclarecer os pontos obscuros de uma determinada situação, preferindo julgar-se injustiçada e incompreendida.


Melindra-se significa perder ótimas oportunidades de crescimento e aprendizado, pois, aquele que se melindra, não consegue distinguir o certo do errado, o que é bom do que é ruim.  Se alguém não lhe cumprimenta, seu primeiro impulso é julgar esta pessoa antipática ou mal educada, sendo incapaz de pensar que ela , assim agiu, talvez por vergonha ou timidez.  Se alguém lhe dirige uma palavra mais áspera, entristece-se e revolta-se, mas, em momento algum, procura identificar os motivos que levaram esta pessoa a agir desta forma.

Quando nos sentimos ofendidos ou ficamos magoados facilmente, aqueles que nos rodeiam afastam-se de nós, pois nunca sabem o que dizer ou o que fazer para nos agradar.  Sabem que uma palavra mal colocada pode nos trazer grandes aborrecimentos.  Passamos a ser um problema na vida daqueles que convivem conosco diariamente.  Tornamo-nos pessoas amargas e,  consequentemente, solitárias.


Mas, se por um lado, existem aqueles que se magoam com facilidade, também, também existem os que, impulsionados pelo melindre, ofendem facilmente.  Impõem suas opiniões arbitrariamente, não aceitando pontos de vista diferentes dos seus.  Quando chamados a orientar ou aconselhar, escolhem palavras duras e agressivas; não sabem ser compreensivos e amáveis com aqueles que lhe procuram.

Muitas vezes, agimos desta forma com nossos semelhantes,  sem nos darmos conta deste nosso comportamento.  E como estamos sempre acostumados a encontrar justificativas para todas as nossas ações, denominadas melindrosas estas pessoas que, cansadas de nosso mau humor, decidem se afastar.  


Nesse cenário, a melhor forma de vencermos nossos melindres – bem como de evitar ficarmos ofendidos -  é,  sempre buscar uma justificativa para o comportamento de nossos semelhantes.

Tenho me exercitado em conter-me em momentos críticos e em abençoar as pessoas ao invés de praguejar.  Estou melhorando...



Eduardo Antônio

Deva Bodhi \

Terapeuta Holístico


Skype: eduardo.terapeuta

Celular: 21- 97285-5411

Reiki   Deeksha  Cromoterapia

Reflexologia Podal Tailandesa

Massagem Ayurvédica

Acupuntura Auricular

Florais de Bach

Radiestesia


sábado, 1 de março de 2014

Meditação do Riso


Esta semana ao conversar com uma cliente e amiga, ela me relatou que ficou com problemas na Glândula Tireóide e que possivelmente teria que usar hormônios para o resto da vida, segundo os exames que haviam sido realizados e repassados pelo seu médico.

Foi então que expliquei sobre a importância da Meditação, independentemente da medicação.  O medicamento será super importante, no entanto se não conseguir controlar os níveis de estresse ela poderá agravar o seu estado e ser levada a consequências mais sérias.

A meditação iria ajudá-la a manter os níveis de estresse controlados e consequentemente os seus níveis de hormônios ficariam equilibrados.


MEDITAÇÃO DO RISO



Todas as manhãs, ao acordar, antes de abrir os olhos, espreguice-se como um gato. Estique cada fibra do seu corpo.

Após três ou quatro minutos, com os olhos ainda fechados, comece a rir. Durante cinco minutos, simplesmente ria.

No início, você terá que fazer isso acontecer, mas logo o próprio som da sua tentativa causará um riso verdadeiro. 


Perca-se no riso. Pode levar alguns dias antes que ele realmente aconteça, pois você não está muito acostumado com esse fenômeno. Mas logo ele será espontâneo e mudará toda a natureza do seu dia.

Para aqueles que têm dificuldade em rir totalmente ou sentem que o riso é falso, Osho sugeriu esta técnica simples:

Pela manhã, bem cedo, antes de comer qualquer coisa, beba quase um litro de água morna com sal. Beba sem parar e rapidamente, do contrário não será capaz de beber muito. Depois, incline-se para a frente e gargareje a fim de provocar o vômito. 


Você vomitará toda a água e isso limpará uma passagem em você. Nada mais é preciso. Há um bloqueio nessa passagem. Por isso, toda vez que você rir, ela o freia.

Na ioga, esse é um procedimento necessário. É chamado de 'purificação necessária'. E purifica tremendamente, limpa a passagem, dissolve todos os bloqueios. Você se sentirá bem e limpo durante o dia todo.

O riso, as lágrimas e até mesmo sua voz virão do seu centro mais profundo. Faça isso por dez dias e terá a risada mais gostosa da redondeza!
Osho, em "O Livro Orange"



Eduardo Antônio

Deva Bodhi \

Terapeuta Holístico


Skype: eduardo.terapeuta

Celular: 21- 97285-5411

Reiki   Deeksha  Cromoterapia

Reflexologia Podal Tailandesa

Massagem Ayurvédica

Acupuntura Auricular

Florais de Bach

Radiestesia