Google+ Badge

terça-feira, 12 de julho de 2011

Ponto Negro



Certo dia, um professor chegou na sala de aula e disse aos alunos para se prepararem para uma prova-relâmpago.
Todos acertaram suas filas, aguardando assustados o teste que viria.

O professor foi entregando, então, a folha da prova com a parte do texto virada para baixo, como era de costume.
Depois que todos receberam, pediu que desvirassem a folha.
Para surpresa de todos, não havia uma só pergunta ou texto, apenas um ponto negro, no meio da folha.

O professor, analisando a expressão de surpresa que todos faziam, disse o seguinte:

- Agora, vocês vão escrever um texto sobre o que estão vendo.

Todos os alunos, confusos, começaram, então, a difícil e inexplicável tarefa.
Terminado o tempo, o mestre recolheu as folhas, colocou-se na frente da turma e começou a ler as redações em voz alta.
Todas, sem exceção, definiram o ponto negro, tentando dar explicações por sua presença no centro da folha.
Terminada a leitura, a sala em silêncio, o professor então começou a explicar:


- Esse teste não será para nota, apenas serve de lição para todos nós. Ninguém na sala falou sobre a folha em branco.
Todos centralizaram suas atenções no ponto negro.
Assim acontece em nossas vidas.
Temos uma folha em branco inteira para observar e aproveitar, mas sempre nos centralizamos nos pontos negros.
A vida é um presente da natureza dado a cada um de nós, com extremo carinho e cuidado.
Temos motivos para comemorar sempre!
A natureza que se renova, os amigos que se fazem presentes, o emprego que nos dá o sustento, os milagres que diariamente presenciamos. No entanto, insistimos em olhar apenas para o ponto negro!

O problema de saúde que nos preocupa, a falta de dinheiro, o relacionamento difícil com um familiar, a decepção com um amigo.
Os pontos negros são mínimos em comparação com tudo aquilo que temos diariamente, mas são eles que povoam nossa mente.

Pense nisso!
Tire os olhos dos pontos negros de sua vida.
Aproveite cada bênção, cada momento que o Criador te dá.
Tranquilize-se e seja ... FELIZ!


Tenham um lindo dia !!!


Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
cel. 21- 7285-5411
Reiki, Deeksha, Cromoterapia, Radiestesia,
Massagem Ayurvedica, Reflexologia Podal Tailandesa,
Florais de saint Germain, Florais da Amazônia,
Florais de Bach

terça-feira, 5 de julho de 2011

RENOVE-SE...



Os dias, as noites, as estações, as pessoas passam em nossas vidas por motivos que só Deus pode responder com exatidão!

Todas as coisas que vivem são necessárias para o desenvolvimento de cada pessoa...

Deus se preocupa em nos mostrar o caminho e a solução para todos os problemas... Portanto somos muitos abençoados!...

Ficar triste e desanimado, ás vezes, é normal. Não critique, pois todos nós passamos por essas situações...Mas somos donos do nosso humor, e podemos modificá-lo!....

Ser feliz é ter a felicidade interior, de um jeito que ninguém seja capaz de tirá-la!

Procure Sabedoria, e use-a quando for necessário.
Quanto maior a dificuldade, tanto maior o mérito em superá-la!

A verdadeira felicidade não se compra com dinheiro.

Cultive a beleza de uma alma pura em meios aos tormentos diários...A vida é uma semente que deve ser tratada com carinho e atenção, para que se torne uma árvore forte.

O verdadeiro prazer é vemos nossos frutos...

Ser feliz é manter viva a imaginação, é construir, amar e guardar imagens bonitas na mente, é dar valor aos pequenos momentos, é ser grato a Deus por tudo!

Situações só acontecem para os nossos aprendizados. Então não vamos fugir de nada, pois são as lições que irão aperfeiçoar nosso entendimento.

Seja um gênio, uma pessoa talentosa, cumpra sua missão na terra com prazer!

Nada é para sempre. A natureza é mutável!

A vida é como uma cachoeira que deságua no rio, que leva e traz todas as coisas para que nada fique parado!

Descubra a fonte da vida e banhe-se com valentia e determinação, em busca de tudo que possa lhe dar satisfação e o faça feliz...

A vida é assim, perfeita!

A beleza da vida reside na variedade. Mesmo o mais termo Amor pede para ser renovado.

Renove-se todos os dias! Viva e seja feliz!


Autor desconhecido.
Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
cel. 21- 7285-5411
Reiki, Deeksha, Cromoterapia, Radiestesia,
Massagem Ayurvedica, Reflexologia Podal Tailandesa,
Florais de saint Germain, Florais da Amazônia,
Florais de Bach

Uma vida, duas vidas, um sorriso


Foi durante a guerra civil na Espanha. Antoine de Saint-Exupéry, o autor de O pequeno príncipe, foi lutar ao lado dos espanhóis que preservavam a democracia.

Certa feita, caiu nas mãos dos adversários. Foi preso e condenado à morte.
Na noite que precedia a sua execução, conta ele que foi despido de todos os seus haveres e jogado em uma cela miserável.
O guarda era muito jovem. Mas era um jovem que, por certo, já assassinara a muitos. Parecia não ter sentimentos. O semblante era frio.

Vigilante, ali estava e tinha ordens para atirar para matar, em caso de fuga.
Exupéry tentou uma conversa com o guarda, altas horas da madrugada. Afinal, eram suas últimas horas na face da Terra. De início, foi inútil. Contudo, quando o guarda se voltou para ele, ele sorriu.
Era um sorriso que misturava pavor e ansiedade. Mas um sorriso. Sorriu e perguntou de forma tímida:
Você é pai?
A resposta foi dada com um movimento de cabeça, afirmativo.
Eu também, falou o prisioneiro. Só que há uma enorme diferença entre nós dois. Amanhã, a esta hora eu terei sido assassinado. Você voltará para casa e irá abraçar seu filho.
Meus filhos não têm culpa da minha imprevidência. E, no entanto, não mais os abraçarei no corpo físico. Quando o dia amanhecer, eu morrerei.
Na hora em que você for abraçar o seu filho, fale-lhe de amor. Diga a ele: "Amo você. Você é a razão da minha vida." Você é guarda. Você está ganhando dinheiro para manter a sua família, não é?
O guarda continuava parado, imóvel. Parecia um cadáver que respirava.
O prisioneiro concluiu: Então, leve a mensagem que eu não poderei dar ao meu filho.

As lágrimas jorraram dos olhos. Ele notou que o guarda também chorava. Parecia ter despertado do seu torpor. Não disse uma única palavra.
Tomou da chave mestra e abriu o cadeado externo. Com uma outra chave abriu a lingueta. Fez correr o metal enferrujado, abriu a porta da cela, deu-lhe um sinal.

O condenado à morte saiu apressado, depois correu, saindo da fortaleza.
O jovem soldado lhe apontou a direção das montanhas para que ele fugisse, deu-lhe as costas e voltou para dentro.
O carcereiro deu-lhe a vida e, com certeza, foi condenado por ter permitido que um prisioneiro fugisse.

Antoine de Saint-Exupéry retornou à França e escreveu uma página inesquecível: Uma vida, duas vidas, um sorriso.
* * *

Tantas vezes podemos sorrir e apresentamos a face fechada, indiferente.
Entretanto, as vozes da Imortalidade cantam. Deus canta em todo o Universo a glória do amor.
Sejamos nós aqueles que cantemos a doce melodia do amor, em todo lugar, nos corações.
Hoje mais do que ontem, agora mais do que na véspera quebremos todos os impedimentos para amar.

Você já abraçou o seu filho hoje?
Se és separado já telefonou para o seu filho hoje?

Eduardo Anthônio
Terapeuta Holístico
e-mail: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
cel. 21- 7285-5411
Reiki, Deeksha, Cromoterapia, Radiestesia,
Massagem Ayurvedica, Reflexologia Podal Tailandesa,
Florais de saint Germain, Florais da Amazônia,
Florais de Bach