Google+ Badge

quinta-feira, 17 de junho de 2010

PRISÃO DE VENTRE - DESINTOXICAÇÃO















  1. Ir ao banheiro não é exatamente um assunto glamouroso. Mas não ir é uma roubada, todo mundo concorda. Afinal, o intestino preso não tem esse nome feio à toa: ele provoca desconforto na região do abdômen, faz a barriga inchar e, por causa das toxinas não eliminadas, rouba a vitalidade da pele, causa dor de cabeça, dor na região lombar, dor na relação sexual, mal hálito, insônia, irritabilidade, mudança de humor, cansaço e ainda contribui na TPM. “Se não for levado a sério, o problema pode causar doenças graves, como hemorroídas e até câncer de cólon”, Isso sem falar de um efeito colateral que pode azedar nosso dia-a-dia: o mau humor! Se você faz parte da multidão dos enfezados (palavra que, originalmente, significava “cheio de fezes”!) tem de tomar uma atitude. Para que seu intestino funcione legal, vai ter de transformar algumas estratégias em hábitos. De presente, você acaba com o desconforto, ganha uma barriga lisinha e uma pele mais viçosa.



    Homem também tem, mas intestino preso é um problema muito mais comum entre as mulheres. Pode culpar nosso excesso de discrição. A gente não gosta de usar banheiro coletivo. Dá vergonha, não é? Daí, a gente segura a vontade. O perigo é que, se isso acontece regularmente, o intestino se adapta à nossa teimosia e passa a esperar um acúmulo cada vez maior de bolo fecal para só então disparar o sinal de que “agora é a hora”. A solução é escutar os apelos do seu intestino. Você também pode educá-lo para se manifestar todo dia no mesmo horário. Pode programar o serviço, por exemplo, para a manhã, no conforto da sua casa. “Faça o seguinte exercício: passe 15 minutos por dia, sempre naquele horário desejado, sentada no vaso, esperando que o intestino funcione”, ensina. Procure se distrair, com uma revista, um livro, enfim, para dar tempo ao seu corpo. Se nos primeiros dias não funcionar, não desanime: reeducar seu organismo demora, mas vai valer a pena.


    Ao acordar, pela manhã, beba um a dois copos com água.
Pode-se também beber iogurte natural com farinha de linhaça.
Fazer exercícios físicos.
Massagear a região abdominal.
Massagem Ayurvédica
Manter uma dieta rica em fibras.
Beber um copo de água de hora em hora.
A maioria das pessoas que tem prisão de ventre não bebem água. Então ficam com a pele ressecada, irritabilidade, insônia, TPM, do lombar, dor de cabeça, dores durante a relação sexual.
Se a prisão de vente durar muito tempo, é importante procurar um médico, pois há casos de câncer.
O suco de babosa é um excelente desintoxicante para quem esta com prisão de ventre, porém há a necessidade de mudar o estilo de vida.
Eduardo Antônio
Terapeuta Holístico
Mobile: 21-96339776

OS 12 PASSOS DA INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL

OS 12 PASSOS DA INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL
LIVRO: QS INTELIGÊNCIA ESPIRITUAL
Danah Zohar


1.Tenha pensamentos positivos, sempre. Não pense como vítima das circunstâncias, pense que sofrer é uma oportunidade de ser forte. “A crise econômica atual” é uma oportunidade de pensar nossos valores”, lembra Danah.

2. Descubra quem você é. O que me faz levantar de manhã? Para que eu vivo, por o que daria minha vida? O que me motiva para fazer coisas todos os dias? Quem eu sou realmente? Comprar, trabalhar, sair com os amigos faz parte de nosso universo, mas o “ser” é mais do que isso. Quando eu digo “minha vida é minha oração”, significa saber que minha vida é um ´presente de Deus e que precisamos fazer a diferença nesse planeta.

3. Tenha humildade. Precisamos saber que o que fazemos parte de um sistema, e que precisamos prestar atenção nos outros, lembrando que existem diversos pontos-de-vista – não o seu, unicamente.

4. Viva a compaixão. A origem dessa palavra significa “sentir com”. Sentir a dor do outro como se fosse a sua dor. “Eu não somente cuido dos pobres, eu sou pobre. “O planeta é parte de mim – nascemos quando o Big Bang surgiu”. Lembre-se sempre: eu sinto que sou você, e que você sou eu.

5. Reveja seus valores. Precisamos pensar menos em “eu, mim” e mais em “nós, nossos”. E precisamos rever nossos valores para servir uns aos outros. Como fazer isso? “Pergunte a você mesmo, qual é o melhor que você pode dar”.avisa a filósofa.

6. Viva o presente. Tire o peso do passado e das preocupações – e.viva o agora!

7. Estamos conectados, e o jeito que vivo minha vida afeta a vida do outro. “Se me sinto negativo, espalho essa negatividade para minhas relações, minha comunidade. Mas se me sinto esperançosa e que posso fazer melhor, espalho essa atitude para as outras pessoas”.

8. Responda a uma questão fundamental: sempre perguntar porquê! Nós nos fechamos a verdade se não questionamos.

9. Mude a sua mente, seus paradigmas, e coloque seus pontos-de-vista sob uma nova perspectiva. Isso é muito necessário no meio empresarial, destacou Danah. “Precisamos de uma revolução do pensamento também nas lideranças e na educação”. Educação significa memorização, imposição? Ou é ajudar as crianças a fazerem boas perguntas? “A mídia também precisa rever o seu papel e ajudar as pessoas a formarem consciência crítica.

10. Valorize seus princípios, mesmo que sejam impopulares. Entretanto, não seja arrogante de que está certo, mas questione-se. Escute os outros, mas veja o que você quer acreditar, para o que você quer lutar.

11. Celebre a diversidade. Isso não significa numa empresa, por exemplo, colocar uma mulher ou negro num cargo alto, mas construir um pensamento do que significa a diferença para você, e o que ela tem a te ensinar. Dizer “obrigada por ser diferente, por me fazer questionar a mim mesmo”.

12. Descubra a sua vocação, o seu propósito de vida e em como você pode fazer a a diferença. “Você não precisa ser o Gandhi ou o Barack Obama. Cozinhar um bolo pra sua família, um pai que vai brincar com seu filho, dando o seu melhor, é uma maneira de servir a humanidade com o melhor que temos”.
Para terminar, um recado aos “educomunicadores” e educadores em geral: “eu chamo a todos para a revolução não-violenta, onde as novas tecnologias podem mudar o mundo, sim, e que é preciso acreditar que você pode fazer a diferença”.


Eduardo Antônio
Terapeuta Holístico
Mobile: 21- 9633-9776