Google+ Badge

sábado, 22 de março de 2014

Melindre

Melindre,  significa: facilidade em se ofender , segundo o  dicionário Larousse da Língua Portuguesa.


A doença psicológica  básica em um planeta como a Terra é a escassez de estima pessoal – resultado de milênios no egoísmo.  Quem tem baixa autoestima, idealiza as relações, as metas em uma vida imaginária e distante do que e real.  E quem a tem em excesso se torna muito melindroso, perfeccionista e intolerante.  Não lidando bem com seu mundo interior, essa pessoa, consequentemente, projeta isso em seus relacionamentos. 


As condutas mais exploradas para gerar conflitos na convivência são: maledicência, culpa, mágoa, rigidez, preconceito, irritação, julgamento, entre outras.  Uma pessoa melindrosa, assim, é aquela que se ofende e se magoa com facilidade.  Aborrece-se com tudo e com todos, sem que haja grandes motivos para isto.  Guarda ressentimento por longo tempo, pois enxerga maldade em todas as atitudes que contrariam seu modo de pensar ou agir.  É incapaz de compreender, aceitar e perdoar as faltas dos seus semelhantes.  Uma pessoa melindrosa não busca esclarecer os pontos obscuros de uma determinada situação, preferindo julgar-se injustiçada e incompreendida.


Melindra-se significa perder ótimas oportunidades de crescimento e aprendizado, pois, aquele que se melindra, não consegue distinguir o certo do errado, o que é bom do que é ruim.  Se alguém não lhe cumprimenta, seu primeiro impulso é julgar esta pessoa antipática ou mal educada, sendo incapaz de pensar que ela , assim agiu, talvez por vergonha ou timidez.  Se alguém lhe dirige uma palavra mais áspera, entristece-se e revolta-se, mas, em momento algum, procura identificar os motivos que levaram esta pessoa a agir desta forma.

Quando nos sentimos ofendidos ou ficamos magoados facilmente, aqueles que nos rodeiam afastam-se de nós, pois nunca sabem o que dizer ou o que fazer para nos agradar.  Sabem que uma palavra mal colocada pode nos trazer grandes aborrecimentos.  Passamos a ser um problema na vida daqueles que convivem conosco diariamente.  Tornamo-nos pessoas amargas e,  consequentemente, solitárias.


Mas, se por um lado, existem aqueles que se magoam com facilidade, também, também existem os que, impulsionados pelo melindre, ofendem facilmente.  Impõem suas opiniões arbitrariamente, não aceitando pontos de vista diferentes dos seus.  Quando chamados a orientar ou aconselhar, escolhem palavras duras e agressivas; não sabem ser compreensivos e amáveis com aqueles que lhe procuram.

Muitas vezes, agimos desta forma com nossos semelhantes,  sem nos darmos conta deste nosso comportamento.  E como estamos sempre acostumados a encontrar justificativas para todas as nossas ações, denominadas melindrosas estas pessoas que, cansadas de nosso mau humor, decidem se afastar.  


Nesse cenário, a melhor forma de vencermos nossos melindres – bem como de evitar ficarmos ofendidos -  é,  sempre buscar uma justificativa para o comportamento de nossos semelhantes.

Tenho me exercitado em conter-me em momentos críticos e em abençoar as pessoas ao invés de praguejar.  Estou melhorando...



Eduardo Antônio

Deva Bodhi \

Terapeuta Holístico


Skype: eduardo.terapeuta

Celular: 21- 97285-5411

Reiki   Deeksha  Cromoterapia

Reflexologia Podal Tailandesa

Massagem Ayurvédica

Acupuntura Auricular

Florais de Bach

Radiestesia


Nenhum comentário: