Google+ Badge

terça-feira, 17 de abril de 2012

"A RAIVA FAZ MAL A SAÚDE! ATÉ QUE PONTO?"

Lendo um artigo que afirmava que a raiva faz mal a saúde...
A minha resposta foi a seguinte:


Concordo com vocês em parte, pois a raiva envenena o fígado...

Porém a raiva é um sentimento e não deve ser reprimida e sim sentida algumas vezes, pois se assim não o fizermos estes sentimentos aflorarão em alguma parte do nosso corpo causando inúmeras patologias...

Foi o que Jeseus fez quando avistou mercadores no templo de seu Pai...  Naquele instante ele tomou medidas enérgicas para expulsá-los, quebrando inclusive suas barracas, etc... 
"E encontrou no templo os que vendiam bois, ovelhas e pomba e os negociadores sentados e fez um chicote com cordas e expulsou todos do templo, bem como as ovelhas e os bois, derrubou o dinheiro no chão, virou as mesas e disse: não façais da casa de meu Pai casa de negócios."

 Mas a diferença é que ele deixou vir aquele sentimento e depois do fato o esqueceu completamente não guardando mágoas, rancores, etc Asssim como na energia elétrica, que necessita dos dois polos equilibrados para que se transforme em energia mecânica, para que se transforme em luz, para que refrigere ou aqueça o ar, ambas energias equilibradas são necessárias...  Caso numa tomada haja somente energia negativa nada acontecerá, se houver somente energia positiva o simples fato de ligarmos um paprelho provocaria um curto-circuitoocasionando danos a instalações... Pois uma não vive sem a outra, pois na vida há oposição em todas as coisa e a dualidade sempre nos acompanha: dia/noite; quente/frio; positivo/negativo; verão/inverno...
Uma coisa é você sentir raiva na hora deixando-a fluir e ser descarregada a outra é alimentá-la...

 O que eu faço quando estou com raiva?
Vou a praia e faço exercçios respiratórios para diminuir o nível de estresse.  Quando inspiramos e expiramos pausamdamente várias vezes aumentamos o fluxo de oxig6eni no cérebro.  Isso nos ajuda a ficarmos mais calmos, porém o sentimento de raiva ainda persiste.  Então paso para a segunda fase:  Inspiro lenta e profundamente enchendo bem os pulmões dse ar e ao soltá-lo descarrego toda a minha raiva gritando bem alto e até falando algumas palavras de baixo calão (palavrão).  Depois disso saio mais leve, mais tranquilo e deixo toda a raiva ser levada para o fundo do oceano e toco a via em frente...

Quanto mais tentarmos controlar algo mais envolvidos ficaremos com aquela energia tanto boa quanto as ruins.   Portanto devemos deixar a vida fluir...

Eduardo Antônio
Terapeuta Holístico

 (Vivo) 21-7285-5411  / (Oi) 21- 8875-1212
Correio eletrônico: reiki_edu@yahoo.com.br
Skype: eduardo.terapeuta
Reiki   Deeksha  Massagem Ayurvedica
Reflexologia Podal Tailandesa
Florais de Saint Germain
Florais de Bach
Cromoterapia
Radiestesia
TEP
EFT

Nenhum comentário: